quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Festival do Cinquentenário

Nas festividades do seu Cinquentenário, o Esporte Clube Pelotas realizou uma série de grandes jogos na Boca do Lobo, esses confrontos ficaram marcados como o Festival do Cinquentenário. O Lobão que era o atual Bicampeão da Cidade, Campeão Regional e Campeão da Copa dos Campeões, formou um time ainda mais forte do que o dos anos anteriores e vinha com força total para a temporada em que comemorava seus 50 anos.

Começando uma série de jogos importantes, no dia 14 de Janeiro o Pelotas recebeu a visita dos Uruguaios do  Rampla Juniors, que fazia grande campanha no Campeonato Uruguaio. Em uma partida muito disputada e tumultuada o placar  terminou em 1 a 1. 

Na segunda grande partida do ano, o adversário do Pelotas era o Gymnasia Y Esgrima da Argentina, no dia 25 de janeiro a maior goleada do Festival do Cinquentenário, em uma grande partida do time Áureo Cerúleo o placar foi elástico, 5 a 1 para o Pelotas em cima dos hermanos, resultado inesperado pela imprensa do Rio Grande do Sul que recebia com espanto o placar da partida. 

Seguindo o festival, em março daquele ano o Lobão voltou a campo, dessa vez o adversário era um dos gigantes do futebol Brasileiro, no dia 18, o Cruzeiro de Belo Horizonte veio até Pelotas para enfrentar o Lobão, porém os Mineiros também não conseguiram sair vencedor do confronto, finalizando a partida em empate por 3 gols.

Também em Março, no dia 23, mais uma grande partida para a história do Pelotas, o São Paulo Futebol Clube, na época atual Campeão Paulista e que contava no seu elenco com o craque Zizinho, maior ídolo de Pelé e um dos maiores jogadores da história do futebol Mundial, em mais uma partida equilibrada, mas com o Pelotas melhor em campo, o placar não saiu do zero. Na época o resultado foi considerado um grande feito para o time Pelotense e o empate era notícia em todos os jornais e meios de comunicações do Rio Grande do Sul e São Paulo.

Já no mês do aniversário do clube, foi realizado o grande jogo do ano, aquele que marcaria para sempre a história do clube. Então no dia 8 de Outubro o Pelotas recebia em seus domínios o melhor time do Brasil daquele ano, o consagrado Fluminense do Rio de Janeiro, que era a base da Seleção Brasileira e atual Campeão da Copa Rio-São Paulo. Em uma partida emocionante o Lobão chegou a abrir impressionantes 4 a zero, mais no segundo tempo a reação Carioca foi forte, assustou o torcedor mas não tirou do Pelotas a grande vitória. O 4 a 3 no marcador foi um feito histórico, vitória que ficou registrada como a maior façanha de um clube do interior do estado até então.

Para finalizar as comemorações dos 50 anos do Esporte Clube Pelotas, mais uma vitória do Lobão. No dia 15 de Outubro o Pelotas recebeu e venceu o Internacional de Porto Alegre pelo placar de 3 a 2, fechando com chave de ouro os festejos do time da Avenida.

Ao final foram 6 grandes partidas realizadas, com 3 vitórias do Pelotas e 3 empates. Uma campanha invicta e marcante na temporada dos 50 anos do clube. No final do ano o Pelotas ainda conquistaria o Tri-Campeonato da Cidade.

Jornal pós vitória contra o Fluminense em 1958
Festa do Cinquentenário: Deraldo, Bedeu, Duarte e Nei Silva
Em 1958 o Pelotas também se tornou Tri-Campeão da Cidade
Tabela de Jogos:

14/01/1958 - Pelotas 1x1 Rampla Juniors-URG
25/01/1958 - Pelotas 5x1 Gymnasia y Esgrima-ARG
18/03/1958 - Pelotas 3x3 Cruzeiro-MG
23/03/1958 - Pelotas 0x0 São Paulo-SP
08/10/1958 - Pelotas 4x3 Fluminense-RJ
15/10/1958 - Pelotas 3x2 Internacional-RS

Tri-Campeão 1956, 1957 e 1958

Nenhum comentário:

Postar um comentário